terça-feira, 23 de abril de 2013

Texto: O anjo de patins!




Jorge estava dirigindo pelas ruas movimentadas da cidade grande, ele teve um péssimo dia e acabava de sair de uma reunião já à noite. O seu chefe estava de mau humor, o nó da gravata o apertava, as horas quase não passavam, ele não fumou quase nada e ficar parado agora em um engarrafamento, estava o enlouquecendo.
Para se distrair ele ficou olhando pelo vidro da janela o movimento em uma praça e logo viu passar um anjo de patins trazendo várias lembranças.
Ela rodopiava e seu cabelo longo balançava, escorregava pelo chão tão graciosa, tão menina, só faltava ter asas. Jorge quis sentir a liberdade que vinha dela e lembrou que ele já foi um daqueles meninos que de longe também a observava patinar.
Ele também já morreu de medo do que viria pela frente, acreditava que o amor era eterno, queria ser independente. Então Jorge deixou a guitarra, o skate e sua garota para tentar uma carreira na cidade grande.
Enfim ele conseguiu, hoje possui dinheiro, uma família e por um momento, aquele em que observava a garota de patins sentiu saudade de quando podia ser moleque, a pista era o que fazia feliz, a guitarra era sua melhor amiga e a garota que ficou para trás o grande amor da sua vida e por coincidência ela também patinava.
Jorge agora dirige até sua casa para dormir e voltar à rotina, amanhã quem sabe ele não compre um skate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Vinis e Outras Coisas - Copyright © 2014